'Efeito WhatsApp' e crise 'matam' 10 milhões de linhas de celular no Brasil

O crescimento do uso do WhatsApp e aplicativos semelhantes tem alguma influência na redução das linhas...

Recuperando Senha perdida do Wi-Fi, em Menos de 1 minutos

Um dos problemas mais comuns dos internautas é esquecer a senha da conexão Wi-Fi. É possível, entretanto, descobrir a palavra em poucos minutos, sendo necessário apenas realizar procedimentos simples no computador.

Google diz ter provas de que seu computador quântico funciona

O Google e a NASA adquiriram em 2013 um dos supostos computadores quânticos produzidos pela D-Wave.

Proteja Agora mesmo seu Computador!

AVG Antivirus 2015 é o antivírus da AVG para Windows e Mac que fornece proteção básica contra vírus, malwares e outras ame

Finalmente: agora já é possível criar álbuns compartilhados no Google Fotos

Após presentear os usuários com o estoque ilimitado armazenamento para imagens, o Google Fotos está trazendo a próxima novidade para animar o fim de ano: a partir de agora, qualquer pessoa...

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Aprenda desativar a confirmação de leitura do WhatsApp

"Saber quando um amigo leu uma mensagem que você enviou no WhatsApp é um recurso interessante. No entanto, quando ativada, a função também expõe a sua privacidade, mostrando aos contatos o momento exato em que você recebeu e leu um recado deles no celular ou PC. 

Para ter mais privacidade no mensageiro, você pode desativar a confirmação de leitura de mensagem. Com isso, as pessoas não vão ter como saber a hora que você abriu a conversa e leu o texto enviado por elas. Isso pode ajudar usuários que não querem revelar detalhes da conta do WhatsApp com qualquer contato. Para saber como desligar o recurso no Android, confira as dicas". (TechTudo)


whatsapp-conversas-na-web2 (Foto: WhatsApp foi bloqueado no Brasil com determinação de 48 hroas (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo))


Passo 1. Abra o WhatsApp e toque sobre o botão que abre as configurações do aplicativo. Depois disso, vá até “Configurações” e, na janela seguinte, clique em “Conta”.
Acessando as configurações para conta do WhatsApp para Android (Foto: Reprodução/Marvin Costa)Acessando as configurações para conta do WhatsApp para Android (Foto: Reprodução/Marvin Costa)
Download grátis do app do TechTudo: dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
Passo 2. Por fim, acesse “Privacidade”. Feito isso, desça a tela para encontrar e desmarcar a opção “Confirmações de leitura”.
Desativando a confirmação de leitura do WhatsApp para Android (Foto: Reprodução/Marvin Costa)Desativando a confirmação de leitura do WhatsApp para Android (Foto: Reprodução/Marvin Costa)
Pronto. Aproveite a dica para responder mensagens na hora que quiser, sem que as pessoas saibam que você já visualizou o conteúdo.


Fonte e imagens: TechTudo

sexta-feira, 6 de maio de 2016

BlueStacks 2 - 2016


O BlueStacks 2 é um programa que permite que aplicativos e jogos do Android sejam executados diretamente no computador, sem a necessidade de espelhar um aparelho na sua máquina.

Leia mais em: baixaki.com.br
Tamanho:298.1 MB
Idioma: Multi
Versão: 2 
SO: Windows todos 
https://3.bp.blogspot.com/--AI2xdwXqMI/ShXsYKg_lFI/AAAAAAAAAc0/hRhuMJdrml4/s1600/download.gif




domingo, 17 de abril de 2016

WIndows 8.1 Pro 32 e 64 bits

 
 
 
Baixe o S.O com o melhor design, nunca vista anteriormente baixe e
 instale o SO mais lindo da Microsoft e usufrua das novidades 
 
https://3.bp.blogspot.com/--AI2xdwXqMI/ShXsYKg_lFI/AAAAAAAAAc0/hRhuMJdrml4/s1600/download.gif
 

sábado, 9 de abril de 2016

Curso WordPress-Completo

segunda-feira, 14 de março de 2016

Windows 10 Pro, atualização 2016






Baixe o Windows 10 atualizado com o grande update 1, disponibilizado pela Microsoft em Novembro de 2015 incluindo nos pacotes de atualizações partir de 2016 , o pacote com a atualização traz mudanças na interface do sistema operacional, novas ferramentas de personalização, aplicativos inéditos e promete ser até 30% mais rápido. 


Sugestão: Atualizar o a versão anterior.


Tamanho: 2.96 GB
atualização: 2016 
Idioma: PtBr
Mídia: 1 DVD

https://mega.nz/#!NtsF0IZB!gvV_pjymndWECnMUBePxuL7O61IZgswXAyZtm9DebK

sábado, 12 de março de 2016

Aprenda como recuperar um HD com bad blocks e proteja seus dados

Bad blocks são mais comuns do que se imagina e podem comprometer os arquivos de um HD. Para evitar esse tipo de situação o TechTudo preparou um tutorial que explica como recuperar um HD com o problema. Mas antes, entenda melhor o que é um bad block, como identificar os sintomas desse problema.

Verifique se seu HD está com bad blocks e recupere-o (Foto: Reprodução/MacRumors)Verifique se seu HD está com bad blocks e recupere-o (Foto: Reprodução/MacRumors)
Causa dos bad blocks

Os bad blocks, ou setores defeituosos, podem ocorrer de duas formas diferentes em seu computador ou notebook: os erros físicos e os de software. Um bad block físico, ou de hardware, trata-se de um setor fisicamente danificado, sendo o mais complicado de ser resolvido. Ele pode ser ocasionado por vários fatores, desde a cabeça de leitura do HD magnético ter tocado no disco por alguma baque, até uma partícula de poeira na área lacrada do HD, na qual se encontra todo o mecanismo de leitura de dados.

Já o bad block de software indica que algum programa deve ter causado defeito no HD, e muitas vezes esses defeitos podem ser facilmente corrigidos. Esse tipo de erro pode ser provocado por diversas situações, como desligamento incorreto do sistema, ou até softwares maliciosos, como vírus. A melhor forma de proteger seu computador contra bad blocks é fazendo o uso correto do mesmo, tomando cuidado ao instalar programas e ao manusear o dispositivo.
Em ambos os casos, você pode acabar perdendo os dados do seu HD, de uma hora para outra. Sendo assim, vale lembrar da importância de manter um backup atualizado de tudo o que você considera importante. Os setores danificados podem ou não causar danos imediatos ao seu HD, e isso é um tanto incontrolável. Por isso, vale ficar sempre de olho.
Ainda, o sistema é capaz de isolar os bad blocks, fazendo com que mais nada seja lido os escrito naquela área. Porém, dependendo do tamanho da área, ou seja, da quantidade de setores, você pode vir a perder tudo o que estava guardado lá.
Sintomas
Não é possível determinar se os setores danificados do seu HD irão se desenvolver ou não e nem se o seu dispositivo irá parar de funcionar. Mas, em todo o caso, vale ficar alerta aos sintomas que indicam que seu HD possa estar infectado com bad blocks.
São características comum a HD com setores danificados: lentidão no carregamento do Windows ou no acesso aos dados gravados, ou então ele não chega nem a carregar e, ao tentar fazer o reparo do sistema, é apresentada uma mensagem de erro. Tela azul da morte (“Blue Screen of Death”) do Windows aparecer ao ligar o computador também pode ser um indicativo.

Com formato robusto e bem parecido com um case de HD externo  (Foto: Luciana Maline/TechTudo) 
Se o HD externo estiver com bad blocks, pode demorar mais que o comum para ser reconhecido pelo computador (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Ainda, pode aparecer a mensagem de que não é possível concluir a operação ao tentar abrir ou copiar uma pasta ou arquivo do HD, ou ter a cópia abortada por erro de leitura. Em casos graves, o HD pede para ser formatado ou até mesmo deixa de ser reconhecido pela BIOS. Se for um HD externo, o reconhecimento do gadget no Windows pode demorar um tempo bem maior que o usual.

Agora que você já sabe o que é um bad block, vejo o nosso passo a passo de como identificá-lo e recuperar o seu HD. Os testes foram feitos com um computador com Windows 8.1. As dicas valem também para computadores e notebooks com o sistema operacional Windows 7 ou superior.
O Windows oferece uma ferramenta que verifica e repara os setores danificados do seu HD, conhecida como “chkdsk”. Ela marca os bad blocks físicos como setores ruins e não salva mais nada lá, além de corrigir os eventuais erros de software. Veja como:
Passo 1. Abra o prompt de comando com privilégios administrativos. Para isso, basta clicar com o botão direito em cima de “promt de comando” e selecionar “Executar como administrador”.

Abra o prompt de comando com privilégios administrativos (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)Abra o prompt de comando com privilégios administrativos (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Passo 2. Dentro da janela de prompt de comando, digite “chkdsk /f /r C:”.
Em prompt de comando, digite “chkdsk /f /r C:” (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)Em prompt de comando, digite “chkdsk /f /r C:” (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Passo 3. Irá aparecer a pergunta “Deseja agendar a verificação deste volume para a próxima vez em que o sistema for reiniciado?”. Aperta a tecla “S” para confirmar.
Aperte S para confirmar a verificação (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)Aperte "S" para confirmar a verificação (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Passo 4. A atualização pode demorar horas ou até mesmo dias para fazer a verificação por completo. Por isso, só faça quando tiver tempo suficiente disponível. Caso queira cancelar e fazer a verificação em outro momento, digite o comando “chkntfs /x c:”. Caso contrário, a verificação será feita e os bad block serão identificados e, no caso dos bad blocks de software, corrigidos no seu HD.
Caso queira cancelar, insira “chkntfs /x c:” (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)Caso queira cancelar, insira “chkntfs /x c:” (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Este procedimento pode ser muito útil, mas o ruim é que, com ele, não é possível saber exatamente o que acontece em seu HD. Para isso, existem diversos programas, utilizamos o HD Tune, disponível para download gratuitamente. Veja como fazer:
Passo 1. Instale o HD Tune. Na aba “benchmark”, clique em “Start”. Essa opção irá elevar a utilização do HD e verificar se há problemas, como travamentos, por exemplo.

Baixe e instale o HD Tune. Em benchmark, clique em Start (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)Baixe e instale o HD Tune. Em "benchmark", clique em "Start" (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Passo 2. Na aba “Info”, veja todas as informações do seu HD, incluindo temperatura e informações da S.M.A.R.T (Self-Monitoring, Analysis, and Reporting Technology), sistema de monitoramento de discos rígidos que detecta e antecipa falhas.

Em Info, veja todas as informações do seu HD (Foto: Reprodução/ Juliana Pixinine)Em "Info", veja todas as informações do seu HD (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Passo 3. Em “Health”, veja as informações sobre a saúde do seu HD e visualize se ele está “ok” ou se tem algo danificado.
Em Health, veja as informações sobre a saúde do seu HD (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine) 
Em "Health", veja as informações sobre a saúde do seu HD (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Passo 4. Por último, na aba “Error Scan”, busque por bad blocks. Nela, você faz uma verificação completa do seu disco rígido e visualiza se tem algo errado com os setores. Caso encontre algum bad block, utilize o método “chkdsk” descrito anteriormente. Porém, lembre-se de fazer um backup de todos os seus dados.

Em Error Scan, busque por bad blocks (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)Em "Error Scan", busque por bad blocks (Foto: Reprodução/Juliana Pixinine)
Caso seu computador não tenha o método “chkdsk”, existem programas para a remoção de bad blocksr. Ainda, diversas fabricantes fornecem programas próprios voltados especificamente para os seus produtos. Entre em contato com o suporte técnico do fabricante do seu computador ou notebook e descubra se ele conta com o serviço.
No entanto, fique atento. Os programas não reparam fisicamente o disco, apenas isolam a parte danificada, inutilizando-a. Dessa forma, não esqueça de manter o backup atualizado dos seus dados mais importantes.

Veja Mais: TecTudo